MPMT incentiva recuperação de áreas degradadas com o uso de drones - itinewsMT

MPMT incentiva recuperação de áreas degradadas com o uso de drones

Estão abertas as inscrições para o Workshop Dronecoria Brasil, que serão realizadas de 30 de outubro a 22 de novembro, com atividades em Rondonópolis e Itiquira, no sul do estado. O evento é promovido pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), com apoio do Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPMT). Interessados podem se inscrever aqui. A programação inclui oficinas, palestras e voos demonstrativos. É possível participar de uma ou mais atividades, desde que seja informado no ato da inscrição, que é gratuita.

A iniciativa traz pela primeira vez ao Brasil o projeto “Dronecoria”, idealizado pelo espanhol Lot Amorós, com objetivo de “projetar um drone open source capaz de plantar milhares de árvores e encorajar milhares de pessoas a plantar milhares de árvores” e, assim, contribuir para preservação do clima e da biodiversidade contra as mudanças climáticas.

O projeto Dronecoria tem como slogan “Podemos reflorestar o mundo” e prevê o uso de drones inteligentes para a restauração de ecossistemas. Na prática, a tecnologia pode acelerar a recuperação de áreas que foram desmatadas ou destruídas por incêndios florestais mediante a semeadura aérea, permitindo o reflorestamento eficiente e de baixo custo.

As oficinas irão capacitar os participantes na montagem de drones, desde a estrutura de madeira até a configuração do software, peletização de sementes, mapeamento de áreas e dispersão de sementes.

Prorad – O workshop compõe o “Programa de Recuperação de Áreas Degradadas no Sudeste de Mato Grosso: Capacitação Tecnológica e Regularização Ambiental de Áreas Públicas e Privadas (Prorad)”, desenvolvido pelo câmpus de Rondonópolis da UFMT e discutido junto com a comunidade de Itiquira para atender as demandas ambientais da região.

Um termo de ajustamento de conduta celebrado em 14 de outubro deste ano entre o Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da Promotoria de Justiça de Itiquira, e uma empresa agropecuária, contemplou o custeio do projeto por dois anos, no valor de R$ 351 mil.

Para o promotor de Justiça Cláudio Angelo Correa Gonzaga, da comarca de Itiquira, além do desenvolvimento tecnológico para a restauração de ecossistemas, o projeto, que prevê cursos de extensão gratuitos no Município de Itiquira, também possui grande potencial para a promoção da educação ambiental e capacitação profissional de jovens em áreas como a agricultura de precisão.

Para mais informações sobre o workshop envie e-mail para os endereços oficina@dronecoria.org ou normandes32@gmail.com.

ASSESSORIA MP


COMPARTILHAR

Deixe seu comentário